Questão do Enem aborda o pajubá, linguagem usada por travestis

Prova aplicada no domingo 4 citou o livro 'Aurélia - A Dicionária da Língua Afiada'

Publicado em 04/11/2018

Pajubá no Enem 2018: prova tem questão com linguagem de gays e travestis

O pajubá foi parar no Enem. Na prova de Linguagens do Exame Nacional do Ensino Médio realizado neste domingo 4 em todo o Brasil, uma das questões abordava o famoso dialeto usado por muitas travestis e gays do País.

Curta o Guia Gay Salvador no Facebook

O enunciado da questão 31 dizia "Aquenda o Pajubá': conheça o 'dialeto secreto' utilizado por gays e travestis".

A questão pedia que fosse explicado o que é um dialeto, caracterização que pode ser dada ao pajubá de acordo com o enunciado.

Com origem no iorubá, língua africana, o pajubá teve seu próprio dicionário, o "Aurélia - A Dicionária da Língua Afiada", lançado em 2006 Vitor Angelo e Fred Libi.

"Nhaí, amapô! Não faça a loka e pague meu acué, deixe de equê se não eu puxo teu picumã!" foi um exemplo usado na questão.

E para você não ficar por fora, veja a "vídeo-aula" abaixo.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.