Bolsonaro: 'Uma pessoa com HIV é uma despesa para todos'

Declaração foi dada na saída do Palácio da Alvorada

Publicado em 06/02/2020
Jair Bolsonaro falou sobre pessoas com HIV
Presidente defendeu Damares sobre política de abstinência sexual

O presidente Jair Bolsonaro demonstrou bem pouca empatia para com as pessoas soropositivas. Segundo ele, "uma pessoa com HIV é uma despesa para todos". 

Curta o Guia Gay Salvador no Facebook

Na saída do Palácio da Alvorada, na quarta-feira 5, Bolsonaro tentou defender a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que, com seu jeito evangélico de governar, propôs abstência sexual para livrr os jovens do contato com infecções sexualmente transmissíveis (IST).

O presidente citou uma conversa com o jornalista Alexandre Garcia, ex- TV Globo e ferrenho defensor de seu governo.

"O próprio Alexandre Garcia, ele fala que a esposa dele, que é obstetra, atendeu uma mulher que começou com o primeiro filho com 12 anos de idade. Outro com 15, e no terceiro, que a esposa dele atendeu, ela já estava com HIV. Uma pessoa com HIV, além do problema sério para ela, é uma despesa para todos no Brasil", falou.

"Quando ela fala em abstinência sexual, esculhambam ela. Quem quer... Eu tenho uma filha de nove anos, você acha que eu quero minha filha grávida no ano que vem? Não tem cabimento isso aí. É essa a campanha que ela faz", afirmou Bolsonaro, de acordo com O Globo.

Estima-se que existam cerca de 850 mil pessoas vivendo com HIV no Brasil.


Parceiros:Lisbon Gay Circuit Porto Gay Circuit
© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.