Tibiras


Baseado em fatos, espetáculo do Coletivo das Liliths investiga as brasilidades existentes no País tomando como ponto de partida a trajetória de vida de Tibira, tupinambá assassinado em praça pública em São Luís do Maranhão em 1614.

O crime, que marcou a história do Brasil, é considerado como o primeiro assassinato contra LGBT registrado no período colonial do País.

Em cena, as atrizes e atores do elenco partem de suas experiências individuais e ancestralidades para identificar em suas existências os cruzamentos e heranças deixadas pela história de Tibira.

O espetáculo conta com a direção de Georgenes Isaac e é a segunda obra da Trilogia dos Trópicos, projeto que visa identificar e difundir a presença de pessoas dissidentes na história do Brasil Colônia.

Encenação: Georgenes Isaac. Com Xan Marçall, Inaê Leoni, Thiago Carvalho, Gelton Alves, Vitória Alana, Gustavo Caldana, Brenda Matos, Eduardo Almeida, Taiana Lemos, Werlis Mota e Fernanda Santos.

Criações textuais: Xan Marçall, Inaê Leoni, Thiago Carvalho, Gelton Alves, Vitória Alana, Gustavo Caldana, Brenda Matos, Eduardo Almeida, Taiana Lemos, Werlis Mota e Fernanda Santos. Dramaturgia: Coletivo Das Liliths. Figurinos e adereços: Marcus Sousant. Instalação cenográfica: Coletivo Das Liliths. Iluminação: Yoshi Aguiar. Direção musical e sonoplastia: Gabriel Carneiro. Direção de voz: Brunno Barboza. Fotografia e captação de imagens: Anderson Rodrigues. Coordenação de produção: Georgenes Isaac e Thiago Carvalho. Classificação: 18 anos.

  Evento em 12/01/2019Teatro Gamboa Nova
   R$ 20 (meia-entrada, R$ 10).
   04/01 a 13/01
       Sexta e sábado - 19h
       Domingo - 17h
Parceiros:Lisbon Gay Circuit Porto Gay Circuit
© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.